Últimas notícias

IDENTIFICADAS TRÊS DAS QUATRO PESSOAS QUE PERDERAM A VIDA EM ACIDENTE COM A VIATURA POLICIAL EM CURITIBA

O Diretor do Instituto Médico Legal (IML), Paulino Pastre, informa que três das quatro pessoas falecidas no acidente de trânsito nesta tarde em Curitiba já foram Identificadas. Os corpos serão liberados assim que os familiares apresentarem a devida documentação.  São as seguintes pessoas já identificadas: Fabiana Maria da Silva, 29 anos; Verginia Gouvea Enes, 67 anos, e Franciele Aparecida dos Santos, 33 anos. Uma outra vítima se encontra no IML, já necropsiada, porém não identificada, tratando de pessoa do sexo feminino, com idade entre 25 à 30 anos.

A direção do IML informa ainda que os policiais militares que se envolveram no acidente compareceram ao Instituto para colher material com o objetivo de realização de exames de dosagem alcoólica e toxicológico (sangue).

GRUPO DE WHATS - REPÓRTER DA HORA

ENTENDA O CASO:

O acidente aconteceu na tarde desta terça-feira,31, no bairro Guabirotuba
Um acidente gravíssimo na tarde desta terça-feira na Linha Verde, embaixo do viaduto da Av. das Torres, no bairro Guabirotuba, em Curitiba, deixou quatro mulheres mortas e duas pessoas feridas. Uma viatura do 20° Batalhão da Polícia Militar (PM) foi desviar de um pedestre que atravessava a canaleta e atingiu um ponto de ônibus, atropelando pelo menos cinco pessoas. A terceira e quarta mortes foram confirmadas durante a noite.
As duas vítimas que morreram no local eram companheiras de trabalho e tinham 29 e 67 anos. Outras duas mulheres, uma de 30 e outra sem idade confirmada, foram encaminhadas em estado gravíssimo aos hospitais Cajuru e Trabalhador, onde não resistiram aos ferimentos. Ainda, um homem de 45 anos teve ferimentos leves e um policial militar, passageiro da viatura, também foi socorrido.
O policial rodoviário federal Maximiliano de Silva afirmou à Banda B que a viatura estava em atendimento de emergência pela canaleta. “Os policiais iam para uma ocorrência e um pedestre foi atravessar fora da faixa, quando o motorista desviou e foi ao ponto de ônibus, onde estavam quatro mulheres. Duas morreram no local e duas estão em estado grave”, disse.
Segundo o policial, a viatura da PM estava com ‘giroflex’ e sirene ligados. “Estavam ligados e a viatura no sentido correto do fluxo de veículos. Nós patrulhávamos aqui na região e percebemos isso. Calculamos que eles estavam a 60 km/h. Já sobre a ocorrência que eles foram atender, não sabemos qual era a origem dela”, explicou.
Testemunhas
O motorista de um caminhão viu todo o acidente e falou à Banda B. “A viatura estava pela canaleta e se perdeu. Ao fazer o desvio de um pedestre, o motorista acabou atingindo o ponto de ônibus, infelizmente. Há pessoas que não resistiram, porque foi uma colisão muito forte”, descreveu.
Já o condutor de um Toyota Etios, que também se envolveu na colisão, disse que ia do Cajuru sentido a Cidade Industrial de Curitiba (CIC). “Eu vinha tranquilo e quando vi a viatura bateu no meu carro e eu fiquei em estado de choque. Quando abri a porta, já vi a senhora morta e pessoas com a perna estraçalhadas”, disse.
Segundo o motorista, o policial que conduzia a viatura disse que tentou desviar de um mendigo e atingiu os pedestres. “Não sei se o ‘giroflex’ estava ligado e nem a velocidade da viatura. O policial estava chocado com o que aconteceu”, afirmou.
Sete ambulâncias do Corpo de Bombeiros e um helicóptero fizeram o resgate às vítimas. O trânsito flui com lentidão na região. Os policiais militares que estavam na viatura também se feriram, sendo que um deles foi jogado para fora do veículo.
Os corpos das vítimas foram recolhidos ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).
Informações Banda B/ Fotos Grupo Amigos da Notícia. VIA ODAIR MATIAS

Nenhum comentário