Últimas notícias

Policial mata namorada e primo baleados e morre depois de atirar contra a própria cabeça, diz PM



Um soldado da Polícia Militar (PM) matou a namorada e um primo baleados e também morreu depois de atirar contra a própria cabeça, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, segundo a PM. 

O caso aconteceu depois de uma discussão familiar na noite de sexta-feira (7), de acordo com a polícia.

Depois de ser baleado, o primo do policial, de 30 anos, morreu ainda no local. A jovem, de 25 anos, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital Cajuru, em Curitiba. Ela morreu no hospital. 

O policial também recebeu atendimento do Samu e chegou a ser levado para o Hospital Evangélico, onde morreu. 

Os corpos foram levados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba.

O que diz a PM

A Polícia Militar informou que vai abrir um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar o caso.
"Neste momento, a PM se reserva a não apontar uma versão do fato ou emitir juízo de valor sobre o que ocorreu para não prejudicar o andamento do Inquérito, que deverá apontar os fatos", disse a PM.
Ainda conforme a polícia, a arma do soldado pertence à PM. Ela foi recolhida para perícia.

 Paralelamente ao inquérito da PM, a Polícia Civil também vai investigar o crime. 

O soldado entrou na PM em 2016, segundo a polícia, e estava de folga no momento da ocorrência. Ele atuava na Companhia de Almirante Tamandaré. 

A Polícia Militar lamentou o ocorrido e disse que se solidariza com as famílias que perderam seus entes queridos. A PM informou que "buscará, pelos meios administrativos e jurídicos de sua competência, a completa análise dos fatos com equidade e transparência que ele assim exige". 

FONTE - G1 PR

Nenhum comentário