Últimas notícias

Corpos de família que morreu em acidente em Imbituva são velados em ginásio de esportes

Os corpos das três pessoas que morreram em uma batida entre um reboque de caminhão e um carro na BR-153, em Imbituva, na região central do Paraná, estão sendo velados no Ginásio de Esportes de Imbituva neste sábado (29). 

O acidente aconteceu na noite de sexta-feira (28). Chovia e o asfalto estava escorregadio. Em uma curva da rodovia, um caminhão-tanque vazio derrapou e a traseira invadiu a contramão, atingindo o carro onde estavam quatro pessoas, todas da mesma família. Elas voltavam de um pesque-pague em Irati. 

Morreram no local o motorista do carro, Paulo Henrique Neves, de 30 anos, a filha dele Maria Beatriz, de 7 anos, e a cunhada Bruna Ribeiro dos Santos, de 16 anos. A única que sobreviveu foi Zizimara Ribeiro dos Santos, de 28 anos. Ela quebrou a clavícula e a costela e, na batida, perdeu o marido, a única filha, e a irmã. Está internada em estado grave no hospital.

"Ele era um cara muito alegre. Não tem como eu falar de tristeza neste momento. Há três anos ele se formou em Educação Física, passou em um concurso municipal e ele ia começar a trabalhar em janeiro. A nossa família está arrasada", lamenta Ronaldo Adriano Neves, irmão de Paulo Henrique.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do carro fez o teste do bafômetro que apontou que ele não ingeriu bebida alcoólica e ficou o tempo todo no local após o acidente. Um inquérito será aberto para investigar o caso. 

“A velocidade deveria ser reduzida, o caminhão estava vazio, fica leve, por ter chovido a velocidade deveria ser menor”, explicou o inspetor da PRF, Kleber Cavali. 

FONTE - G1 PR

Nenhum comentário