Últimas notícias

Romanelli critica paralisação de obras da Econorte no NP

A partir da zero hora do dia dois de janeiro de 2019 (próxima quarta-feira), “apesar de discordar integralmente da decisão liminar emitida pela 1ª Vara Judicial de Curitiba”, a Triunfo Econorte deixará de prestar socorro médico e mecânico nas rodovias BR-153 (entre Jacarezinho e Santo Antônio da Platina) e PR-090 (no segmento entre o entroncamento com a Rodovia BR-369 – Jataizinho – ao trevo de acesso ao Município de Assaí).
Por ano, a Concessionária realizava, segundo a assessoria de Imprensa, mais de 1.600 atendimentos nesses trechos.

Além da suspensão da operação nas rodovias, desde 21 de dezembro de 2018, a Econorte suspendeu a execução das obras de ampliação da capacidade, manutenção e restauração da BR-153, e suspendeu os serviços de conservação das rodovias BR-153 e PR-090.

Um viaduto que estava sendo erguido ao custo de R$ 8 milhões também teve as obras bloqueadas, conforme se pode verificar pelas fotografias acima tiradas neste sábado, dia 29. Inclui até buracos enormes num trevo de acesso na entrada da cidade.

O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli(PSB) reagiu ao fato de forma veemente, na manhã deste sábado, dia 29.Ele acusa a empresa de agir com “safadeza” e “malandragem” ao paralisar as obras principalmente em Santo Antônio da Platina, onde estava sendo erguido o viaduto, na BR-153.

“Fui surpreendido pela safadeza da Econorte. Como vingança pela decisão desfavorável na justiça sobre o fechamento da praça de pedágio de Jacarezinho, eles anunciam a paralisação do atendimento e a suspensão da obra”, detonou, adicionando que a decisão da concessionária é de “pura malandragem”. “Ficaram arrecadando 16 anos ilegalmente, um mês de faturamento da praça de pedágio paga toda a obra do viaduto e as obras complementares”.

“Espero uma ação imediata e vigorosa do Ministério Público Federal, da Procuradoria do Estado, DER e da Agepar e uma decisão firme da Justiça Federal, determinando a obrigação de fazer as obras e o atendimento por parte da concessionária”.

FONTE - NP DIARIO

Nenhum comentário