Últimas notícias

Câmara de Londrina não vai se manifestar sobre agressão de vereador

A Câmara Municipal de Londrina enviou nota à imprensa na tarde desta segunda-feira (25) em seu primeiro comunicado após a briga entre o vereador Amauri Cardoso (PSDB) e o deputado federal Emerson Petriv (PROS), que já ocupou uma cadeira na Casa na atual legislatura, em que foi cassado pelo parlamentares.

"Ciente da necessária imparcialidade para providências futuras que se fizerem necessárias, o Legislativo Londrinense informa que, em respeito à população, aguarda o momento oportuno para análise dos fatos e manifestação institucional", afirma a nota assinada pelo presidente da Câmara,  Ailton Nantes (PP).

O vereador e o deputado federal se envolveram em uma confusão no último sábado (23), quando Cardoso quebrou o nariz de Boca Aberta com soco. Na sequência, o vereador alega que sofreu uma "gravata" e teve o rosto machucado pela porta do carro, quando foi impedido pelo deputado de entrar no veículo. 

A confusão ocorreu no intervalo da 14ª Conferência Municipal de Saúde, que era realizada em uma universidade particular da avenida JK, região central. Nos vídeos que viralizaram nas redes sociais, o parlamentar, acompanhado de assessores, segue o tucano pela calçada até ser agredido.

FONTE - FOLHA DE LONDRINA


Nenhum comentário