Últimas notícias

Campanha pede mais infraestrutura para levar turistas ao Litoral do PR

Entidades se unem para defender obras estruturantes na faixa do litoral

A retomada da licitação e a execução da rodovia em Pontal do Paraná, a chamada Faixa de Infraestrutura, representa o início de um novo ciclo de desenvolvimento social e econômico na faixa litorânea do Paraná. É com esta mentalidade, que entidades de classe estão se unindo em torno da campanha que busca uma mobilização no sentido de garantir esta e outras obras essenciais para este processo.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou, em 12 de fevereiro, o governo do Paraná a retomar a licitação da nova rodovia. A decisão agradou especialmente aos empresários do litoral e a Federação das Empresas de Hospedagem, Gastronomia, Entretenimento, Lazer e Similares (Feturismo), que encampou a ação.

O movimento "SOMOS TODOS LITORAL: Sem infraestrutura não tem turismo - #salveoliltoral" conta com a participação, até o momento de 13 entidades de classe. A ideia é engajar empresários, moradores e turistas no pedido de infraestrutura adequada aos municípios do litoral, garantindo mais segurança, conforto e mobilidade urbana que, aliada as belezas naturais, tornará a região perfeita para novos investimentos.

"A função das entidades de classe é fomentar isto", explicou Fábio Aguayo, vice-presidente de Relações Governamentais e Institucionais da Feturismo. "Sabemos que é necessário ter um equilíbrio do meio ambiente com estes investimentos. Mas temos também que pensar na dignidade destas pessoas que moram no litoral e estão sofrendo sem emprego, sem perspectiva de ter oportunidade de trabalho, ou até de vida".

Progresso e meio ambiente
A campanha quer incentivar as pessoas a cobrar isto do Governo do Estado. "Respeitamos os ambientalistas. O movimento busca o progresso, não agredir ou fragilizar o meio ambiente. É preciso bom senso para uma solução digna", afirmou Aguayo. Não deixar crescer e desenvolver é atrapalhar o crescimento do Paraná e principalmente do litoral. É isto que estamos lutando, afirma.

"Santa Catarina e o Nordeste têm este olhar, por que o Paraná tem que ser diferente?", indagou o dirigente da Feturismo. Que completou: "Estamos lutando pela melhoria do nosso litoral e especialmente a dignidade humana dos moradores que lá residem".

FONTE - RONI PIMENTEL

Nenhum comentário