[Fechar]

Últimas notícias

O CRIME EM CORNÉLIO PROCÓPIO - PLATINENSE MATA ADVOGADO E DEPOIS SE SUICIDA

O estudante universitário Junio Braz (fotos e vídeo), de 22 anos, matou a golpes de faca o advogado Emilson de Oliveira, 64, no escritório do profissional no final da tarde de quinta-feira, dia 30, em Cornélio Procópio. Em seguida, o rapaz, que era filho da coordenadora pedagógica do Colégio Estadual Rio Branco, Vânia Faria, de Santo Antônio da Platina, se matou enforcado.
O motivo não está totalmente esclarecido, mas a versão mais crível é que o jovem, que estudava no Instituto Federal procopense, teria se irritado porque colegas moravam num imóvel e sua mãe era avalista. Abandonaram o lugar sem pagar e o advogado dono da casa entrou na Justiça e conseguiu bloquear o pagamento do salário da mãe liminarmente.
Para o crime, colocou chapéu e máscara pretas, invadiu  o local, na avenida Minas Gerais, que também funciona como escritório de contabilidade, atacou o homem e fugiu jogando a faca pelo caminho.
A faca usada no crime foi encontrada pelos policiais que atenderam a ocorrência num bueiro perto do edifício.

FONTE - NP DIARIO

Nenhum comentário