[Fechar]

Últimas notícias

Escola de Bandeirantes alcança educação integral e agradece Romanelli


 A professora Valcira Guerreiro, diretora da Escola Estadual Cecília Meireles de Bandeirantes, agradeceu o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) pelo apoio à escola que vai integrar o programa de educação em tempo integral do governo estadual. "O deputado Romanelli foi fundamental para esta conquista. Digo conquista porque fará uma enorme diferença muito positiva na formação, não só educacional, dos alunos da nossa escola. Agradecemos imensamente ao deputado, o que mostra também que a educação de qualidade é uma prioridade e um dos seus compromissos na vida pública", disse a diretora.


A meta, segundo Romanelli, é alcançar o ensino integral em todas as escolas públicas do Paraná. "Essa é uma meta de longo prazo para mais de 10 anos, mas o Paraná segue avançando ano a ano. Hoje, temos 167 escolas em tempo integral e o compromisso do governador Ratinho Junior é passar para 250 escolas já no ano letivo de 2023. E a escola Cecília Meireles está neste grupo. Nos próximos quatro anos, vamos avançar ainda mais", disse o deputado.


A escola Cecília Meireles, compartilhada com o município, tem 110 alunos matriculados do 6º ao 9º anos que estudam em quatro salas de aula, orientados por 23 professores. "Na educação em tempo integral são incluídas novas experiências que contribui para formação pessoal. Dessa forma, há uma preocupação com domínio intelectual", disse Valcira Guerreiro.


Cidadania - A matriz curricular, continua a diretora, oferece novas matérias que vão promover o desenvolvimento físico, cultural e as habilidades socioemocionais. "Além disso, há o aprendizado e capacitação para enfrentar desafios para formação com maior consciência de si e do outro, uma visão mais ampla do que realmente é a sociedade e a cidadania".


Na escola, a partir de 2023, os alunos começam as atividades das 7h30 até às 16h30. Nesse período terão quatro refeições: café da manhã (7h30), lanche (10h), almoço (12h) e lanche (15h).


A escola de Bandeirantes passa a integrar o programa Integral +. O Estado tem ainda o Paraná Integral. Neste momento, são 167 escolas com o ensino em tempo integral que atendem 40 mil estudantes em 103 cidades. Para 2023,  o número de alunos e alunas deve ultrapassar os 60 mil em 250 escolas de 150 municípios. Os números são mais de três vezes superiores aos de 2019 (73) e mais de quatro vezes aos de 2018 (56).


Nas escolas de educação integral, os estudantes têm nove aulas diárias de 50 minutos. Ao todo a carga horária da matriz curricular é de 45 horas-aula semanais, ou 1.500 ao longo do ano, quase o dobro do ensino fundamental regular (800).

Nenhum comentário

UA-102978914-2