[Fechar]

Últimas notícias

HOMEM É PRESO APÓS INCENDIAR CASAS DE MADEIRA NO JD. CALIFÓRNIA EM LONDRINA

Na noite deste domingo (7), um homem de 58 anos foi preso pela Polícia Militar (PM) após atear fogo em várias casas de madeira na rua Adolfo Bezerra de Menezes, localizada no bairro Jardim Califórnia, em Londrina. A ação rápida dos policiais evitou uma tragédia maior e garantiu o resgate dos moradores das residências afetadas.

De acordo com a PM, as equipes estavam respondendo a uma ocorrência de ameaça quando notaram labaredas de fogo provenientes de algumas residências próximas. Ao se aproximarem do local, os policiais ouviram gritos de socorro vindos do interior de uma das casas em chamas. Populares presentes na via informaram que ainda havia moradores dentro da residência, incluindo uma idosa de aproximadamente 89 anos, com dificuldades de locomoção.

Os policiais agiram rapidamente e conseguiram resgatar a idosa, seus filhos, dois cachorros e um pássaro, além de remover um botijão de gás e dois galões de combustível que estavam dentro da residência. Após o resgate, o Corpo de Bombeiros chegou ao local para combater o incêndio e realizar o rescaldo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e prestou os primeiros atendimentos às vítimas.

Durante a operação, os moradores informaram às autoridades sobre o suspeito, descrevendo suas características e relatando que ele era morador de uma das casas incendiadas. Segundo relatos, o homem, que estaria sob efeito de drogas, havia ameaçado anteriormente incendiar as residências e, na noite do ocorrido, foi visto fugindo do local com seus pertences após iniciar o fogo.

O suspeito foi localizado na via Charles Lindemberg, próximo a um fundo de vale, e confessou o crime à equipe policial. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Central de Flagrantes de Londrina, onde permanece à disposição da justiça.

A rápida ação dos policiais e a colaboração dos moradores foram essenciais para evitar uma tragédia maior e garantir a segurança de todos os envolvidos. O caso segue sob investigação.

VIA LONDRINA NEWS

 

Nenhum comentário

UA-102978914-2