Últimas notícias

Chuva com ventos fortes causa estragos em Londrina e deixa mais de 60 mil imóveis sem luz






Temporal atingiu a cidade, no norte do Paraná, na tarde desta quarta-feira (17). Pouco mais de um quarto dos imóveis atendidos pela Copel ficaram sem energia elétrica.


Um temporal com ventos de até 73 km/h, segundo o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), causou estragos em vários bairros de Londrina, no norte do Paraná, na tarde desta quarta-feira (17). De acordo com a Copel, mais de 60 mil imóveis ficaram sem energia elétrica.

De acordo com Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), ventos acima de 50 km/h são considerados fortes. Também foi registrada chuva de granizo.

O Corpo de Bombeiros informou que a principal ocorrência registrada foi de queda de árvores.

A estrutura de um posto de combustíveis caiu em cima de uma caminhonete, na Avenida Winston Churchill, na zona norte. No momento, um agente penitenciário estava dentro do carro. Ele chegou a desmaiar, mas sofreu apenas alguns arranhões.

Estrutura de posto de combustíveis caiu sobre caminhonete durante temporal em Londrina, na tarde desta quarta-feira (17) — Foto: Eduardo Lhamas/RPC Estrutura de posto de combustíveis caiu sobre caminhonete durante temporal em Londrina, na tarde desta quarta-feira (17) — Foto: Eduardo Lhamas/RPC
Estrutura de posto de combustíveis caiu sobre caminhonete durante temporal em Londrina, na tarde desta quarta-feira (17) — Foto: Eduardo Lhamas/RPC

Árvores caíram no Bosque Central, em frente à Biblioteca Pública, derrubando placas de sinalização e fiação elétrica.

Segundo a Copel, o temporal deixou pelo menos 67 mil imóveis sem luz na cidade. A companhia informou que pelo menos 18 circuitos tiveram desligamentos devido às chuvas.

Equipes da empresa estão nas ruas para atender 525 ocorrências contabilizadas até as 16h.

A Copel orienta a população a manter distância de fios caídos ou outras situações de risco.

Por volta das 16h, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) informou que havia nove pontos interditados devido a árvores caídas. Sete equipes da companhia estão nas ruas, além de terceirizados.


Matéria Portal G1 PR

Nenhum comentário