Últimas notícias

Sessões plenárias da Assembleia são traduzidas para a língua dos sinais

FOTOS: ORLANDO KISSNER / ALEP


O retorno das sessões plenárias da Assembleia Legislativa do Paraná foram marcadas esta semana pelo início das transmissões na Língua Brasileira dos Sinais (Libras), voltado aos deficientes auditivos. A inovação torna a exibição na TV institucional e nas redes sociais da ALEP mais acessíveis. A iniciativa faz parte de um convênio firmado entre a Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis) e a Mesa Executiva da Alep.

Para o Deputado Estadual Requião Filho esta é uma proposta de comunicação que atende a uma necessidade de integração e inclusão, há tanto tempo solicitada pelas pessoas surdas.


“É nosso dever, enquanto Assembleia representativa de todos os paranaenses, facilitar o acesso à informação dos trabalhos que realizamos aqui. É algo aparentemente simples, mas muito complexo de ser realizado na prática, principalmente quando há debates mais calorosos em plenário. Contudo, é muito importante possibilitarmos o acesso a essa pluralidade de ideias no exato momento em que as discussões acontecem, a todos os paranaenses, de maneira igualitária”.

Durante as transmissões das sessões da Assembleia, três intérpretes vão se revezar nas traduções, cada um em um período de 20 minutos. As sessões são transmitidas pela TV Assembleia nas segundas, terças e quartas-feiras a partir das 14h30. Também são reproduzidas, ao vivo, pelas redes sociais do Legislativo e no site da instituição. Na transmissão da TV Assembleia em canal aberto, através da Rede Mundial, já é possível acompanhar as sessões com legendas, pelo sistema closed caption.

Libras é reconhecida pela 
Lei Federal nº 10.436/2002 como meio legal de comunicação e expressão no Brasil. De acordo com a legislação, o poder público e as empresas concessionárias de serviços públicos devem garantir instrumentos para apoiar o uso e a difusão da Língua Brasileira de Sinais, como meio de comunicação objetiva e de utilização corrente das comunidades surdas no Brasil.

A programação da TV Assembleia ainda pode ser assistida diariamente através do canal 16 da NET ou pelo canal do 
Youtube do Legislativo.

Nenhum comentário