[Fechar]

Últimas notícias

Paraná bate recorde de mortes por coronavírus; falta de remédios preocupa

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira (22) 2.366 novas confirmações e 71 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O número de óbitos confirmados é recorde desde o início da doença no Estado. Antes, o recorde era de 58 mortes confirmadas em um único dia na terça-feira passada. O Paraná soma agora 59.269 casos e 1.467 mortos em decorrência da doença.
Mas não é apenas o número de casos e mortes que preocupam neste momento. Nesta quarta, o secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, afirmou em entrevista ao programa Em Pauta, da Associação de Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP), que o Paraná está entrando em situação de calamidade para a falta de medicamentos para entubação de pacientes com Covid-19.
“Temos estoques de medicamento para três, quatro dias. O Ministério da Saúde está fazendo compra grande no exterior. Devemos entrar nesta compra. Mas a situação é muito grave. Nós conseguimos leitos, equipamentos, ventiladores, mas temos dificuldade quanto aos profissionais de saúde e estamos em uma crise crônica de falta de medicamentos para sedação. É uma crise mundial, mas chegou ao Paraná”, disse o secretário.
“Os paranaenses têm que tomar todo o cuidado para não serem hospitalizados. O estoque de medicamentos aqui no Paraná era previsto para seis meses. Tudo foi consumido em 35 dias”, disse o secretário. A crise dos medicamentos atinge não só os hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS), mas também os particulares, que já tiveram que emprestar remédios do Estado.
O boletm da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba também trouxe dados preocupantes. Foram 662 novos casos e 17 mortes a mais em relação ao boletim de terça-feira. O total na Capital foi a 15.064 casos de pacientes com a infecção confirmadas e 404 mortes.
Calamidade
Os deputados estaduais aprovaram na sessão remota de ontem da Assembleia Legislativa o projeto de decreto legislativo 20/2020 que declara o estado de calamidade pública para as cidades de Antonina, Boa Esperança, Curiúva, Morretes e São Sebastião da Amoreira. Com isso, o Paraná tem 322 municípios em situação de emergência em virtude dos efeitos econômicos causados pela pandemia do coronavírus.
A proposta foi aprovada por unanimidade em dois turnos, nas sessões ordinária e extraordinária. O reconhecimento do legislativo serve para dispensa do cumprimento de metas fiscais previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), devendo os procedimentos licitatórios serem respeitados normalmente.
No Paraná, apenas 11 municípios não têm casos de Covid-19 confirmados até o momento — Boa Ventura de São Roque, Laranjal, Bom Sucesso do Sul, Flor da serra do Sul, São Carlos do Ivaí, São Pedro do Paraná, Rio Bom, Nova Santa Bárbara, Aririnha do Ivaí, Godoy Moreira e Rosário do Ivaí.
VIA FÁBIO CAMPANA

Nenhum comentário