Mortes no feriado da Semana Santa caem 40% no Paraná, aponta PRF



Ao longo dos quatro dias de feriado, 10.084 motoristas foram flagrados circulando em velocidade acima do máximo permitido (Foto: PRF/ Divulgação)
O número de mortes registrado nas rodovias federais do Paraná durante a Operação Semana Santa teve uma redução de 40% em relação ao mesmo feriado de 2015. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), de quinta-feira (24) até a meia-noite de domingo (27), nove pessoas morreram em acidentes registrados das estradas federais do estado, contra 15 no ano anterior.
O número de acidentes também registrou queda, de 165 casos para 128, na comparação. Já o número de pessoas feridas subiu de 120 para 131, uma alta de 9,2%. E o de acidentes registrados caiu de 165 para 128.
Parte da redução, explica a PRF se deve ao serviço de registro de acidentes sem vítimas via internet que passou a funcionar em junho. Desde então, os policiais rodoviários federais têm priorizado as ocorrências mais graves.
Ao longo dos quatro dias de feriado, 105 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, 10.084 circulando em velocidade acima do máximo permitido para os trechos fiscalizados e outros 495 fazendo ultrapassagens arriscadas ou em locais proibidos.
Das nove mortes registradas na Páscoa, seis (66,7%) ocorreram em situação de pista seca. Cinco delas (55,6%) ocorreram em trechos de reta. Entre as causas presumíveis dos acidentes apontadas pelos policiais que atenderam as ocorrências, estão velocidade incompatível com o trecho, ingestão de álcool, ultrapassagem indevida e falta de atenção.
Passageira provavelmente estava sem cinto de segurança, diz polícia (Foto: PRF/Divulgação)Passageira que morreu em acidente em Guaraniaçu provavelmente estava sem o cinto de segurança, diz polícia (Foto: PRF/Divulgação)
E, em pelo menos dois dos oito acidentes com mortes havia ocupantes dos veículos sem o cinto de segurança, já que as vítimas foram ejetadas após a batida. Motoristas bêbados causaram dois acidentes fatais. Em um deles, ocorrido na noite de sexta-feira (25) na BR-376 em Sarandi, no norte, o motorista de uma camioneta bateu contra um automóvel que atravessava a rodovia. O motorista do carro, de 28 anos, morreu no local.

Este ano, foram registrados nove acidentes em trechos das BRs 277 – da fronteira até
 Santa Tereza do Oeste -, 469 e Avenida Tancredo Neves. Do total, três ocorreram em trechos urbanos de Foz do Iguaçu.
Fronteira
O número de acidentes nos 130 km de rodovias federais na região de Foz do Iguaçu, no oeste, durante o feriado teve queda de 56% em relação ao mesmo período de 2015. Houve queda também na quantidade de feridos, de dez para dois, uma redução de 80%. Nos dois anos, ninguém morreu.
“A maioria dos acidentes é causada por imprudência do condutor. E, como no perímetro urbano a gente tem um tráfego mais intenso de veículos, geralmente é por falta de atenção do motorista. Temos aquele que está com pressa de sair de casa e aquele que está com pressa de chegar em casa. E, já foi verificado que estes são os momentos mais perigosos na condução dos veículos”, comentou o inspetor Ricardo Dias Pereira.
Durante a operação, 623 veículos foram flagrados acima do limite de velocidade permitido para o trecho. Em 2015, este número foi de cerca de 1,2 mil.
“Temos feitos fiscalizações e campanhas constantes, mas nada melhor do que a conscientização do condutor para que se consiga reduzir o número de acidentes nas estradas. Como a gente pôde notar uma redução também de mais de 50% nos flagrantes de excesso de velocidade, este é sim um fator muito importante que reflete no número de acidentes”, reforçou o inspetor.
Foram realizados ainda testes de bafômetro com 546 motoristas, dos quais 12 foram autuados e tiveram a carteira de habilitação suspensa. Destes, um foi detido por estar dirigindo alcoolizado, com mais de 0,30 miligramas de álcool por litro de ar expelido. A multa é de R$ 1.915,40.
O número de acidentes nos 130 km de rodovias federais na região de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, durante o feriado prolongado de Páscoa teve queda de 56% em relação ao mesmo período de 2015, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Houve queda também na quantidade de feridos, de dez para dois, uma redução de 80%. Nos dois anos, ninguém morreu.
Este ano, foram registrados nove acidentes em trechos das BRs 277 – da fronteira até Santa Tereza do Oeste -, 469 e Avenida Tancredo Neves. Do total, três ocorreram em trechos urbanos de Foz do Iguaçu.
Veículo flagrado a 171 km/h trafegava em trecho da BR-467 entre Cascavel e Toledo na tarde desta sexta-feira (25) (Foto: PRF / Divulgação)Veículo flagrado a 171 km/h trafegava em trecho da BR-467 entre Cascavel e Toledo na tarde desta sexta-feira (25) (Foto: PRF / Divulgação)
“A maioria dos acidentes é causada por imprudência do condutor. E, como no perímetro urbano a gente tem um tráfego mais intenso de veículos, geralmente é por falta de atenção do motorista. Temos aquele que está com pressa de sair de casa e aquele que está com pressa de chegar em casa. E, já foi verificado que estes são os momentos mais perigosos na condução dos veículos”, comentou o inspetor Ricardo Dias Pereira.
Nos mesmos trechos, 623 veículos foram flagrados acima do limite de velocidade permitido para o trecho. Em 2015, este número foi de cerca de 1,2 mil.
“Temos feito fiscalizações e campanhas constantes, mas nada melhor do que a conscientização do condutor para que se consiga reduzir o número de acidentes nas estradas. Como a gente pôde notar uma redução também de mais de 50% nos flagrantes de excesso de velocidade, este é sim um fator muito importante que reflete no número de acidentes”, reforçou o inspetor.
Foram realizados ainda testes de bafômetro com 546 motoristas, dos quais 12 foram autuados e tiveram a carteira de habilitação suspensa. Destes, um foi detido por estar dirigindo alcoolizado, com mais de 0,30 miligramas de álcool por litro de ar expelido. A multa é de R$ 1.915,40.
FONTE - G1 PARANA
Mortes no feriado da Semana Santa caem 40% no Paraná, aponta PRF Mortes no feriado da Semana Santa caem 40% no Paraná, aponta PRF Revisado por Blog do Chaguinhas on 18:03:00 Rating: 5

Anúncios