Cidades do Norte Pioneiro no ranking do ensino de qualidade



Sertaneja, Ribeirão Claro, Joaquim Távora, Quatiguá, Pinhalão, Carlópolis e Ribeirão do Pinhal estão entre as 500 cidades com melhor desempenho na educação, segundo Índice de Oportunidades da Educação Brasileira

Fotos: Divulgação
Em Ribeirão Claro educação foi assumida como prioridade da administração municipal com investimentos superando índice determinado por lei
Plano de Cargos, Carreiras e Salários para os professores e investimentos na infraestrutura das escolas foram determinantes para a elevação dos índices educacionais de Sertaneja

Sete municípios do Norte Pioneiro do Estado aparecem no ranking das 500 cidades brasileiras com melhor desempenho na educação, segundo dados do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP). Sertaneja, Ribeirão Claro, Joaquim Távora, Quatiguá, Pinhalão, Carlópolis e Ribeirão do Pinhal tiveram notas acima da média brasileira, de 4,5, em uma escala que vai de 0 a 10.
O IOEB foi criado no ano passado e engloba toda a educação básica - da educação infantil ao ensino médio - de todas as redes existentes no local avaliado. O método de avaliação considera todos os moradores em idade escolar e não apenas os que frequentam a escola. O indicador leva em conta a qualidade da formação dos professores nas escolas, a média de hora aula diária, a experiência dos diretores no cargo e o atendimento na rede de educação infantil.
Entre os municípios do Norte Pioneiro, Sertaneja teve a melhor classificação. Com 5,5 pontos, ficou na 46ª colocação. A cidade de 5.724 habitantes tem cerca de 1,2 mil alunos matriculados na rede pública de ensino, sendo 800 na rede municipal. Em Sertaneja não há escolas particulares. O secretário municipal de Educação, Dennys de Mello Gongora Dias,atribui o bom resultado, principalmente, aos investimentos na rede municipal de educação, que contempla sete escolas. "Fazemos capacitação de professores duas vezes ao ano e todos os alunos, de todas as idades, são submetidos a avaliações três vezes ao ano. Com o resultado das avaliações dos alunos, fazemos o diagnóstico e vemos o que está faltando, o que está desenvolvido e o que precisa melhorar. Mantemos o mesmo padrão de ensino em todas as escolas da rede", disse.
O secretário apontou ainda a consolidação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários para os professores do município e os investimentos na infraestrutura das escolas como fatores determinantes para a elevação dos índices educacionais de Sertaneja. "Todas as nossas salas de aula têm ar-condicionado e mobiliário novo. Nossas escolas têm padrão de escolas particulares", afirmou Dias. Ele não soube informar os valores investidos no setor nos últimos anos, mas garantiu que o município tem ultrapassado os 25% mínimos determinados por lei. "Nos últimos 12 anos a educação vem sendo priorizada no município e sempre há uma progressão nos investimentos. Mas não são só os investimentos que contam. Temos todo um trabalho em equipe que garante os bons resultados, incluindo o comprometimentos dos professores e alunos."
Doze posições abaixo de Sertaneja, Ribeirão Claro teve pontuação de 5,4 no IOEB e ficou na 58ª colocação. O município tem 10.949 habitantes e cerca de 2,4 mil alunos matriculados nos 17 estabelecimentos de ensino municipais e estaduais. Na cidade também não existem escolas da rede privada.
"A gente trabalha para ter resultados. Todo o nosso trabalho é para isso e a boa colocação no IOEB é um reconhecimento dos nossos esforços e mostra que estamos no caminho certo, só temos que fazer alguns ajustes", disse a secretária municipal de Educação de Ribeirão Claro, Cleuza Molini Ormeneze. O "caminho certo", segundo Cleuza, passa pelas constantes avaliações dos alunos, pela capacitação de professores, pelo envolvimento dos pais na vida escolar dos filhos e também pelo trabalho desenvolvido por uma equipe multifuncional da qual fazem parte pedagogas, psicólogas e fonoaudiólogas. "Quando observamos alguma deficiência, encaminhamos para essa equipe e o atendimento é semanal. Tudo isso contribui para que o município tenha bons resultados nessas avaliações."
Os investimentos na área da educação também são outro ponto destacado pela secretária. "A educação é nossa prioridade e os investimentos sempre superam os 25% determinados em lei. No ano passado, investimos 30% das nossas receitas na educação. Os professores recebem salários 5% acima do piso nacional e têm um Plano de Cargos, Carreiras e Salários", afirmou Cleuza.

Simoni Saris
Reportagem Local
FOLHA DE LONDRINA
Cidades do Norte Pioneiro no ranking do ensino de qualidade Cidades do Norte Pioneiro no ranking do ensino de qualidade Revisado por Blog do Chaguinhas on 06:01:00 Rating: 5

Anúncios