Fora de casa, Tubarão decide vaga contra Atlético



Segurar a pressão do rubro-negro sem abdicar do jogo ofensivo é a receita de Tencati para difícil missão de bater o Furacão dentro da Arena da Baixada

Gustavo Carneiro
Netinho volta ao time titular com a missão de organizar o meio-campo e criar as jogadas de ataque

O Londrina encara hoje a sua primeira decisão na temporada. O confronto contra o Atlético, às 16h, na Arena da Baixada, vale vaga na semifinal do Campeonato Paranaense e servirá para confirmar a qualidade do elenco para a disputa do Brasileiro da Série B, que começa em maio. Em uma eventual desclassificação, restará apenas a disputa do simbólico título do interior até o início do Nacional.
O duelo está em aberto já que o primeiro jogo terminou em 1 a 1. Um novo empate, leva a decisão para os pênaltis. Quem ganhar se classifica e vai enfrentar o vencedor do confronto entre Paraná Clube e Foz do Iguaçu, que entram em campo às 11h. O Londrina aposta no seu bom retrospecto contra os times da capital este ano para voltar classificado. Em cinco jogos, foram duas vitórias e três empates.
"Temos que amarrar o jogo e marcar forte. E com a bola não se inibir e jogar como a gente vem fazendo. Colocando isso em prática temos chances de sair classificados", afirmou o meia Netinho, revelado pelo próprio Atlético, e que ganhou a concorrência com Rafael Gava e por isso volta a ser titular.
Além da mudança no meio-campo, o técnico Claudio Tencati será obrigado a mexer na zaga já que Silvio está suspenso com o terceiro cartão amarelo. Matheus entra no seu lugar. Na demais posições o time será o mesmo do primeiro jogo e vários atletas, que foram poupados no meio de semana pela Copa do Brasil, têm o retorno garantido.
Outra dificuldade que o Londrina irá enfrentar é o novo gramado sintético da Arena. Apesar de não treinar em campos similares, Tencati acredita que a adaptação será rápida. O treinador consultou profissionais de equipes rivais que já jogaram no estádio atleticano e recebeu uma avaliação positiva.
"Não pode nem ser considerado sintético, parece natural pela qualidade. O jogo vai ficar mais rápido e irá permitir troca de passes e condução de bola. Os dois times têm jogadores com essa capacidade e por isso acredito em um jogo aberto e um bom espetáculo", ressaltou Tencati.
No Londrina todos reconhecem que a pressão será grande e, que por característica, o Atlético irá atacar desde o início. Este cenário oferece espaços, que se bem aproveitados podem levar o LEC à classificação. "O Atlético não vai conseguir ser eficiente, todo tempo, no ataque e na defesa. Ele vai oscilar e temos que aproveitar este momento. Suportar uma pressão inicial e, aos poucos, fazer o nosso futebol", ressaltou o comandante alviceleste.
No rubro-negro, a dúvida é quanto a escalação do atacante Walter. Desfalque na primeira partida em razão de uma lesão muscular no adutor da coxa direita, o jogador trabalhou em separado até na quinta-feira. Na sexta, treinou com o restante do elenco, mas o técnico Paulo Autuori só irá confirmar a presença do atacante momentos antes do jogo. Se ficar de fora, André Lima será mantido entre os titulares. Nas outras posições, o time será o mesmo da partida no VGD. "Em nenhum momento, seja ganhando, perdendo ou empatando o jogo, podemos perder o controle do jogo. Para isso, o posicionamento é fundamental", destacou o técnico Autuori, em entrevista ao site do Furacão.

Em Curitiba

Londrina: Marcelo; Bidía, Luizão, Matheus e Paulinho. Diogo Roque, Germano, Netinho e Zé Rafael. Bruno Batata e Paulinho Moccelin. Técnico: Claudio Tencati

Atlético: Weverton; Eduardo, Paulo André, Thiago Heleno e Léo. Otávio, Jadson, Nikão e Pablo. Marcos Guilherme e Walter (André Lima). Técnico: Paulo Autuori

Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Estádio: Arena da Baixada
Horário: 16h
Lucio Flávio Cruz
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
Fora de casa, Tubarão decide vaga contra Atlético Fora de casa, Tubarão decide vaga contra Atlético Revisado por Blog do Chaguinhas on 06:40:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios