Onda de frio persiste até o fim da semana





Em função das baixas temperaturas, Londrina antecipa ações de atendimento à população de rua

Gustavo Carneiro
A mínima em Londrina deve ser de 6 graus durante a madrugada e o começo da manhã

A onda de frio intenso que chegou ontem ao Paraná deve continuar pelos próximos dias. A massa de ar polar derrubou as temperaturas em todas as regiões. Duas mortes, registradas em Cascavel e Pinhais, podem ter sido provocadas pelas baixas temperaturas. A mínima registrada no Estado foi em Inácio Martins (Centro-sul), distante 207 km de Curitiba, onde os termômetros marcaram 2,8 graus durante a madrugada.
A previsão para hoje é de temperaturas ainda mais baixas e tempo bom. Há possibilidade de geada fraca nas regiões Oeste, Campos Gerais, Centro, sul da Grande Curitiba e fundos de vales no setor sul da Região Norte do Estado.
A mínima em Londrina deve ser de 6 graus durante a madrugada e o começo da manhã. A temperatura sobe ao longo do dia, mas não deve ultrapassar 21 graus. "A massa de ar frio começa a perder força na sexta-feira (amanhã) e as temperaturas em Londrina sobem um pouco, com mínimas entre 8 e 9 graus e máximas entre 26 e 27. E não há previsão de chuva para os próximos dias", disse a meteorologista Ana Beatriz Porto, do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar).
Ontem, os termômetros registraram 8,2 graus às 7 horas. As temperaturas também ficaram baixas em Apucarana, com mínima de 4,8; e Maringá, com 7,5 graus.
A onda de frio obrigou a Secretaria de Assistência Social de Londrina a antecipar as ações da "Operação Noite Fria", que amplia o atendimento à população de rua. A ação, que estava marcada para iniciar no dia 1º de maio, vai começar hoje, em parceria com a Associação Projeto Pão da Vida (APPVida). A associação está montando uma estrutura no prédio do antigo Centro POP, na Avenida Juscelino Kubitschek, para atender de forma emergencial 20 homens. No local, eles poderão tomar banho, jantar, passar a noite e tomar café da manhã. "A Noite Fria normalmente começa em meados de maio, mas como essa frente fria decidimos antecipar o atendimento de forma emergencial", explicou Télcia Lamônica de Oliveira, secretária de Assistência Social.
O atendimento será ampliado na próxima semana. De acordo com a coordenadora da APPVida, Fátima Reale Prado, a unidade terá capacidade para atender até 40 pessoas. A entidade tem seis casas de apoio a pessoas vulneráveis na cidade, quatro para adultos e duas para adolescentes. Uma das casas é exclusiva para pernoite. "É um lugar para salvá-los do frio das madrugadas. Ela também funciona como um local de acolhimento para as pessoas que querem superar a questão da rua", explicou.
Na noite de terça-feira, a casa de pernoite estava lotada. O local tem 20 vagas, mas em torno de 40 pessoas procuraram abrigo na unidade. "Temos uma demanda reprimida muito grande", enfatizou Fátima. A entidade também tem uma demanda muito grande por doações, principalmente de agasalhos para homens e produtos de higiene e limpeza.
O encaminhamento para o Noite Fria será feito pelas equipes do serviço de abordagem social da Secretaria de Assistência Social e pelos atendimentos feitos no Centro POP. De acordo com Télcia, em Londrina 170 pessoas são atendidas pelos abrigos Bom Samaritano, SOS e Pão da Vida. Mas, segundo ela, esses números são flutuantes, podendo chegar a 280 atendimentos por mês.
As famílias carentes que precisarem de agasalhos e cobertores podem procurar os Centros de Referência em Assistência Social (Cras). O Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar) vai lançar, no dia 9 de maio, a Campanha do Agasalho, mas já está atendendo os pedidos dos Cras por cobertores e doações.

MORTES
As duas mortes que podem ter sido causadas pelo frio no Paraná foram registradas ontem. O corpo de um homem de 60 anos, identificado apenas como Gerson, foi encontrado na Rodovia João Leopoldo Jacomel, em Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba). De acordo com a Polícia Civil, ele morreu de hipotermia. A vítima tinha problemas de alcoolismo e fazia tratamento contra o câncer. Ele teria fugido de uma clínica de reabilitação durante a madrugada.
Em Cascavel (Oeste), um homem aparentando entre 40 e 45 anos foi encontrado morto no bairro São Cristovão. Ele estava vestindo shorts e camiseta. Até o fim da tarde de ontem, o corpo estava na Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Cascavel (Acesc) aguardando identificação. Um funcionário disse que o corpo não tem sinais de agressão. Durante a madrugada, os termômetros registraram 6 graus na cidade.

SERVIÇO
COMO AJUDAR A APPVida
Doações podem ser entregues na Rua Bélgica, 959, no Jardim Igapó. Os interessados podem entrar em contato pelos telefones (43) 3343-3529 e 9993-3540, que representantes da entidade vão recolher a doação.
FONTE - FOLHA DE LONDRINA
Onda de frio persiste até o fim da semana Onda de frio persiste até o fim da semana Revisado por Blog do Chaguinhas on 07:42:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios