(21-04-2016)Sinal verde para reabertura do Centro de Tratamento de Queimados



Reitoria da UEL analisou a qualidade técnica dos servidores nomeados; serviço será retomado em até 60 dias

Rei Santos/15-4-2016
CTQ está fechado desde segunda-feira; medida foi tomada por causa da falta de servidores

O Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Universitário (HU) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) será reativado quando os 94 servidores nomeados pelo governo tomarem posse e ocorrer a liberação de leitos no setor. A direção do hospital e a reitoria da universidade decidiram pela retomada do serviço após a análise técnica do perfil dos servidores nomeados.
"Foi importante confirmar que os 94 servidores atendem as nossas necessidade para decidirmos pela reabertura da CTQ", comentou Berenice Jordão, reitora da UEL. O CTQ está fechado desde segunda-feira. A medida foi tomada por causa da falta de servidores.
Na terça-feira, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) informou que o prazo para nomeação destes servidores é de dez dias. Eles têm prazo de 30 dias após a nomeação para tomarem posse, prorrogável por mais 30 dias. "Acreditamos que no máximo em 60 dias todos já tomaram posse", disse a reitora.
Esse período coincide com o prazo para liberação de leitos no Centro de Tratamento de Queimados, que hoje está lotado. "Essa reabertura não teria condições de ocorrer hoje porque todos os 16 leitos estão ocupados. A medida que os pacientes forem recebendo alta, teremos condições de atender novos pacientes. E esse período deve coincidir com a chegada dos novos servidores", comentou Berenice. A previsão de alta dos pacientes giram em torno de 40 a 50 dias.
A situação do pronto-socorro é mais crítica e precisa de uma avaliação mais aprofundada. A direção do hospital restringiu o atendimento. São admitidos apenas pacientes encaminhados pelo Samu e Siate. "Vivenciamos uma situação crítica e sem condições de acolher nenhum paciente", afirmou.
Ontem, o PS estava com 190% de ocupação. "Temos atendido quem realmente temos que atender, mas já ultrapassamos os nossos limites. À medida que tivermos novos servidores admitidos e ocupando as vagas, teremos condições de avaliar a situação do PS."
O governo autorizou a nomeação de médicos intensivistas e ortopedistas, fisioterapeutas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de laboratório e de manutenção e motorista. A reitoria da UEL ainda aguarda a nomeação dos concursados para área de ensino.

DEFICIT
Com essas nomeações, o HU continua com um deficit de 250 profissionais. Berenice Jordão afirmou a recolocação desses servidores passa por etapas diferentes. Há vagas de concurso aguardando homologação e 102 ainda esperam anuência do governo para abertura de concurso. "Essas 94 são um sinal positivo. Mas precisamos de um fluxo continuo de contratação, para não termos um represamento. A UEL está completando 45 anos e estamos num período de muitas aposentadorias. Temos pessoal que entrou no início do hospital. Se a velocidade da reposição for menor do que o aumento do número de vagas, vamos continua com deficit", disse a reitora. O HU recebe em torno de oito pedidos de aposentadoria por mês.
Aline Machado Parodi
Reportagem Local
FOLHA DE LONDRINA
(21-04-2016)Sinal verde para reabertura do Centro de Tratamento de Queimados (21-04-2016)Sinal verde para reabertura do Centro de Tratamento de Queimados Revisado por Blog do Chaguinhas on 08:43:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios