Superpoderosas do campo




Máquinas agrícolas despertam a atenção de públicos do campo e da cidade; empresas expositoras esperam fechar metas com vendas do fim de semana


As máquinas agrícolas conquistam a atenção até mesmo de quem passa longe do campo no dia a dia. Grandes, imponentes e cada vez mais tecnológicas, elas são um dos grandes atrativos para quem passeia pelo Parque Ney Braga durante a ExpoLondrina. Mas é claro que o foco das empresas é atrair a atenção e fisgar o bolso dos produtores rurais. Porém, a falta de chuva nos últimos dias tem afastado um pouco o público-alvo.

O estande da Cooperativa Integrada traz o lançamento da linha vermelha da Kuhn, que tem modelos para plantio, pulverização e produtos de fenação e pecuária. Um dos destaques é a pulverizadora Stronger 3030, com 3 mil litros de cauda e 30 metros de barra. Na feira, ela é comercializada por cerca de R$ 680 mil.

Segundo o supervisor de vendas de máquinas e equipamentos da Cooperativa Integrada, André Luis Melhado, a procura tem sido boa, mas o produtor ainda está um pouco receoso para fechar negócio por conta das condições climáticas. "Apesar disso, já estamos com R$ 1,5 milhão fechados", informa. No ano passado, a Integrada terminou a feira com R$ 2,1 milhões em vendas e a meta para 2016 é chegar a R$ 3 milhões.

Fotos: Fábio Alcover
Fotos: Fábio Alcover - Procura por máquinas e implementos tem sido boa, mas o produtor ainda está um pouco receoso para fechar negócio por conta das condições climáticas, avaliam empresas expositoras
Procura por máquinas e implementos tem sido boa, mas o produtor ainda está um pouco receoso para fechar negócio por conta das condições climáticas, avaliam empresas expositoras


Melhado afirma que, nesta edição, a Integrada trouxe um novo parceiro, a Khor, da linha de carretas graneleiras, escarificadores. "Também temos toda a linha de implementos menores, como guinchos, plainas dianteiras para tratores, plataformas para milho, um portfólio bem amplo", cita.

A cooperativa oferece linhas de crédito por meio do Banco de Lage Landen Brasil (DLL). São duas linhas de financiamento, o Moderfrota - Programa de Modernização da Frota de Tratores, Colheitadeiras e Implementos Associados – e o Pronamp Investimento - Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural. O gerente de contas do DLL, José Carlos Rodrigues, lembra que ambos têm taxas de 7,5% ao ano. "Para garantir esta taxa, é preciso fazer a proposta, aprovação de crédito e pedido ao BNDES até 17 de junho", enfatiza. É quando termina o ano agrícola.

Um dos destaques da New Holland Agriculture na feira é a colheitadeira CR 5.85, com sistema duplo rotor classe 5 e tanque graneleiro com capacidade de 7 mil litros. Segundo o gerente de vendas, Luiz Antonio Viani, ela é comercializada a R$ 640 mil. A empresa, que tem opções de tratores, implementos, pulverizadores, plantadeiras para pequenos e grandes produtores, oferece financiamento de até oito anos com juros de 7,5% ao ano.

Na avaliação de Viani, o movimento e as vendas no ano passado foram bem melhores que este ano. Mesmo assim, a expectativa da New Holland é vender, até o final da feira, pelo menos 10 colheitadeiras e 15 tratores.

Imponentes, tratores e colheitadeiras expostas tornam-se ponto de parada para fotos em família
Imponentes, tratores e colheitadeiras expostas tornam-se ponto de parada para fotos em família


A Horizon John Deere trouxe tratores da linha 5000, com destaque para o modelo 5078E, ideal para pequenas propriedades com atividades agrícolas ou pecuárias. A empresa oferece condições especiais para o pequeno produtor que, com subsídio do governo federal, pode adquirir a máquina por R$ 104 mil. Sem o subsídio, ele sai por R$ 112 mil, segundo o supervisor de vendas da Horizon, João Joaquim Junior.

Também é comercializada na feira a colheitadeira S 540 que, de acordo com Joaquim, "é a máquina mais vendida do Norte do Paraná". "Ela oferece perfeita qualidade de grãos e menos perdas na colheita", aponta. O estande traz ainda outras opções de equipamentos, como pulverizadores autopropelidos, plataformas para colheitas de milho e plantadeiras.

Na avaliação de João Joaquim Junior, a procura tem surpreendido. "A produtividade está baixa, mas o ano agrícola se encerra em junho e o produtor precisa renovar as máquinas." A Horizon traçou metas bem altas, com expectativa de vender R$ 10 milhões durante a feira. "Se chover hoje e amanhã poderíamos até aumentar a meta", brinca.
Amanda de Santa Especial para a FOLHA
FOLHA DE LONDRINA
Superpoderosas do campo Superpoderosas do campo Revisado por Blog do Chaguinhas on 09:34:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios