CIANORTE UTILIZA DRONE PARA IDENTIFICAR CRIADOUROS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI



Vigilância do alto

Cianorte utiliza drone para identificar criadouros do mosquito Aedes aegypti

Divulgação/PMC
As imagens serão transformadas em 3D para criar um mapa do município; agentes serão treinados para identificar os focos

Cianorte – A equipe do Programa de Combate a Dengue de Cianorte (Noroeste) "recrutou" um novo aliado para identificar criadouros do mosquito Aedes aegypti. Um drone fará um mapeamento aéreo da cidade e as imagens vão auxiliar o trabalho dos agentes de saúde.
Na semana passada, a empresa contratada para prestar o serviço esteve na cidade fotografando a primeira área. As imagens serão transformadas em 3D para criar um mapa do município. Depois, os profissionais da Secretaria de Saúde serão treinados para identificarem os possíveis focos pelas imagens.
A previsão é que até o dia 30 de junho a Secretaria de Saúde receba o primeiro pacote de imagens. "Essa ferramenta vai permitir uma vistoria em locais altos, onde as equipes têm dificuldades de acesso", explicou Vera Lucia Fusisawa, supervisora do Programa de Combate à Dengue.
De acordo com ela, os agentes de endemias encontram muitos imóveis fechados, pois os moradores estão trabalhando; e com o drone será possível vistoriar pelo menos o quintal das casas.
Para ela, o momento é oportuno para a realização do trabalho preventivo. "O aumento do número de focos costuma acontecer em setembro. Iniciando a eliminação das larvas do mosquito no inverno, certamente teremos menos criadouros no verão", aponta.
Cianorte registrou 74 casos de dengues desde agosto do ano passado e quatro de chikungunya, todos importados. "Esse é um número razoável, levando em consideração que tivemos três anos seguidos de epidemia", disse Vera Lúcia.
A supervisora atribuiu o número baixo de casos ao trabalho de prevenção que vem sendo feito na cidade, a conscientização da população e o aumento do número de agendes de endemias. Mas ressaltou que é preciso ficar vigilante e continuar com as ações de prevenção. "Não podemos esquecer que o combate a dengue é todo dia e é de responsabilidade da população. Vamos diagnosticar os focos do mosquito com o drone, mas a população é quem tem que resolver."
A Prefeitura investiu R$ 20 mil na nova ferramenta. Um agente de endemias será capacitado para operar o drone e a empresa vencedora da licitação dará suporte e consultoria.
Aline Machado Parodi
Reportagem Local
folha de londrina
CIANORTE UTILIZA DRONE PARA IDENTIFICAR CRIADOUROS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI CIANORTE UTILIZA DRONE PARA IDENTIFICAR CRIADOUROS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI Revisado por Blog do Chaguinhas on 05:47:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios