FUTEBOL - LONDRINA á procura de um camisa 10




Para balançar as redes, treinador muda meio-campo para a bola chegar com mais qualidade ao ataque; Rondinelly deve ser titular no jogo contra o Vila Nova

Gustavo Carneiro
Novo maestro? Ex-jogador do Grêmio e Palmeiras é a aposta do técnico Claudio Tencati

Se o ataque do Londrina marca poucos gols, muito se deve também a baixa produção do setor de meio-campo. Assim, o técnico Claudio Tencati ainda procura o chamado camisa 10, o responsável pela criação das jogadas ofensivas da equipe.
O LEC começou a Série B apostando em Netinho como o "maestro" alviceleste. Mas, o meia se contundiu logo após a estreia e não voltou mais para o time titular. Apesar de estar recuperado, ficou apenas no banco contra o Tupi e sequer foi relacionado para o confronto diante do Ceará.
A segunda aposta do treinador foi em Zé Rafael, titular em cinco partidas. Sem viver um bom momento, foi substituído em quatro desses jogos e, em Fortaleza, não foi aproveitado e abriu espaço para a escalação de mais um volante. Bidía jogou ao lado de Germano.
Com a necessidade de ganhar no sábado, Tencati volta a escalar o time com dois meias e apenas Germano na contenção. E Rondinelly deve ser o escolhido para atuar ao lado de Rafael Gava, que também deve auxiliar o volante na marcação. Rondinelly foi um dos últimos reforços para a Série B e chegou com status de titular.
Aos 25 anos, o meia ainda tem vínculo com o Grêmio e a experiência de ter jogado no Palmeiras e em Brasileiros das séries A e B. O jogador entrou no decorrer das últimas duas partidas contra Tupi e Ceará.
"A ideia é iniciar com o Rondinelly. Ele vai treinar e vou sentir o seu comportamento em campo. Neste jogo, precisamos de dois meias para a articulação. A bola precisa passar pelos pés dos meias, ir para os laterais e atacantes e ter as assistências", explicou o técnico. "O Zé Rafael é mais um meia-atacante e não um organizador. Atua mais pelos lados, no um contra um e é de carregar a bola", justificou Tencati ao comentar a substituição. Além de Rondinelly, o treinador também testou durante os treinos o garoto Júlio Pacato como opção na armação.
Tencati confirmou ainda mudança na defesa. Silvio, que foi poupado na Arena Castelão, em razão de dores no adutor da coxa direita, já voltou aos treinos normalmente. Ele fará dupla com Luizão, reeditando a parceria titular do Campeonato Paranaense. Matheus vai para o banco de reservas. Nas demais posições, o time será o mesmo da derrota de terça-feira.

DESAFIO PARA TORCIDA
O Londrina abaixou ainda mais o preço dos ingressos para o jogo de sábado, às 16h, no Estádio do Café, contra o Vila Nova. Os bilhetes de arquibancada terão preço único de R$ 12 e as numeradas, R$ 22. A meta é levar pelo menos sete mil torcedores. "Chegou a hora de avaliar se a torcida está apoiando ou não. É uma promoção ousada e econômica e não vai haver justificativa para não ir ao Café", afirmou o executivo de futebol, Ocimar Bolicenho. "Se não tivermos, no mínimo, sete mil torcedores, teremos que tirar o jogo do Vasco daqui até para que a receita desta partida esteja garantida."
O LEC teria uma proposta oficial para vender o mando de campo e atuar no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A partida contra o líder da Série B está marcada para o dia 21 e, de acordo com o estatuto do torcedor, a data limite para mudar uma partida se expira hoje, dez dias antes do dia do jogo.
Lucio Flávio Cruz
Reportagem Local
FOLHA DE LONDRINA
FUTEBOL - LONDRINA á procura de um camisa 10 FUTEBOL - LONDRINA á procura de um camisa 10 Revisado por Blog do Chaguinhas on 07:45:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios