(31-05-2017)Operação Chorume investiga irregularidades em consórcio intermunicipal



Entre as pessoas conduzidas coercitivamente para prestar depoimento ao Ministério Público está o ex-prefeito de Pinhalão, Claudinei Benetti, que presidiu o consórcio.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR), por meio do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), em Santo Antônio da Platina, com auxílio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Londrina, policiais militares do 2º Batalhão de Jacarezinho e promotores de Justiça do Gepatria de União da Vitória cumpriu na manhã de sexta-feira (26), 10 mandados de busca e apreensão na sede do Consórcio Intermunicipal para Aterro Sanitário (CIAS), em Pinhalão e em outras cidades no Norte Pioneiro, além de 11 mandados de condução coercitiva. Mas as informações sobre a ação só foram liberadas pelo MP na tarde de segunda-feira (29).

De acordo com o MP, a Operação Chorume investiga diversas irregularidades na administração do consórcio, entre elas fraude em licitação, desvio de verbas públicas, emprego irregular de servidores públicos do município de Pinhalão na realização dos serviços oferecidos pela entidade, e possíveis crimes de associação criminosa e peculato.

Entre as pessoas conduzidas coercitivamente para prestar depoimento ao Ministério Público está o ex-prefeito de Pinhalão, Claudinei Benetti, que presidiu o consórcio, um servidor público apontado como seu ‘braço direito’ na administração da entidade e o contador da prefeitura, que segundo as investigações também administrava a contabilidade da associação. O contador acabou preso durante a operação por porte irregular de arma de fogo.

Os mandados foram cumpridos nas residências dos acusados e na sede da Prefeitura de Pinhalão, onde também funciona a sede do consórcio, e em empresas na própria cidade, em Tomazina, Tibagi e União da Vitória.

As provas colhidas pelo Ministério Público serão analisadas para fundamentar as medidas judiciais cabíveis.

A FOLHA tentou ouvir a promotora do Gepatria, Kele Cristiani Diogo Baena, que coordenou as ações no Norte Pioneiro, mas sua assessoria informou que em razão de compromissos agendados a entrevista não seria possível, porém, retornaria o contato assim que possível.
Luiz Guilherme Bannwart Especial para a FOLHA DE LONDRINA


(31-05-2017)Operação Chorume investiga irregularidades em consórcio intermunicipal (31-05-2017)Operação Chorume investiga irregularidades em consórcio intermunicipal  Revisado por Blog do Chaguinhas on 11:20:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios