Últimas notícias

Romanelli reivindica estadualização do Hospital Regional do Norte Pioneiro

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz ClaudioRomanelli (PSB) apresentou nesta segunda-feira (29) requerimento endereçado ao governador Beto Richa e ao secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, solicitando a estadualização do Hospital Regional do Norte Pioneiro, localizado em Santo Antônio da Platina.

Segundo Romanelli, o Hospital Regional do Norte Pioneiro é administrado pelo Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro -  Cisnorpi, faz parte do Programa Rede Mãe Paranaense e é referência para maternidade para os 22 municípios que compõem a 19ª Regional de Saúde de Jacarezinho.


“O hospital atende 22 municípios pertencentes a 19ª Regional de Saúde de Jacarezinho, população abrangente de aproximadamente 290 mil habitantes e vem se destacando pelos atendimentos da maternidade, já que atende gestantes  de risco habitual, intermediário e alto risco. A reivindicação dos prefeitos que integram a Associação dos Municípios do Norte Pioneiro - Amunorpi - é a estadualização do Hospital do Norte Pioneiro e a implantação da Fundação Estatal de Atenção à Saúde no Paraná- Funeas”, salientou Romanelli.

O hospital, além de ser referência para o atendimento às gestantes, atende as especialidades de ortopedia, pacientes referenciados de traumatologia de média complexidade e cirurgias gerais eletivas, possui uma capacidade instalada de 73 leitos, sendo 10 leitos de UTI Neonatal, 38 leitos obstétricos, 17 clínico cirúrgicos e 8 leitos de pediatria para atendimento aos recém-nascidos. Até novembro de 2016, foram realizados 1.424 partos, sendo 858 partos normais e 566 partos cesáreas.

A Secretaria de Saúde e os municípios repassam  recursos para custeio do hospital por meio de convênio com o Consórcio Intermunicipal do Norte Pioneiro. Com a estadualização, o hospital será mantido pelo Estado, sem a necessidade de aumento da contribuição dos municípios para manter o Hospital Regional. “ Com a estadualização, será possível  oferecer melhor qualidade nos serviços de saúde pública, desde atenção básica a média complexidade, dando mais agilidade nos atendimentos. Toda a população da região será beneficiada”, pondera Romanelli.

Para o prefeito de Cambará, José Salim Haggi Neto, a estadualização vai fortalecer ainda mais a área da saúde na região.” Isso é um anseio de todos os prefeitos da região. Toda a administração e o custeio passarão para o Estado. Será menos burocrático,  o hospital certamente terá mais recursos e poderá ofertar uma quantidade muito maior de serviços, com mais qualidade e vai beneficiar uma população de 290 mil pessoas”, disse.

Nenhum comentário