Paraná registra nove assassinatos por dia



Mais de 580 mil foram assassinados no Brasil em um período de 11 anos. É o que aponta o Atlas da Violência 2017, estudo realizado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. No mesmo intervalo, entre 2005 e 2015, o Paraná registrou 35.626 vítimas de homicídio, o que corresponde a, aproximadamente, 3.239 mortes por ano ou nove por dia. A pesquisa, divulgada nesta segunda (5), considerou dados do Ministério da Saúde e do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum.

Duas cidades do Estado aparecem entre as 30 mais violentas do País. Piraquara e Almirante Tamandaré, ambas na Região Metropolitana de Curitiba, ocupam a 8ª e a 17ª posição, respectivamente. Os pesquisadores consideraram as taxas de homicídios e os números de MVCI (Mortes Violentas com Causa Indeterminada), quando o óbito ocorre de forma não natural e os profissionais não conseguem identificar os motivos. As taxas são calculadas na proporção para cada 100 mil habitantes.

Em 2015, 83 homicídios foram registrados em Piraquara e oito pessoas tiveram mortes violentas sem identificação das causas. Já Almirante Tamandaré registrou 72 assassinatos e 14 MVCI. O estudo considerou 304 municípios do País com mais de 100 mil habitantes em 2015. Os classificados como mais violentos foram Altamira (PA), Lauro de Freitas (BA) e Nossa Senhora do Socorro (SE).



Para o pesquisador do Ipea e conselheiro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Daniel Cerqueira, os números são alarmantes e resultado da falta de políticas públicas de qualidade para o setor. "O Brasil hoje responde por mais de 10% do total de homicídios no mundo. Em três semanas, o que se morre aqui é mais do que o registrado nos cinco primeiros meses deste ano em todos os atentados terroristas do mundo, incluindo o de Manchester, na Inglaterra", afirmou. Segundo o Mapa do Terrorismo, elaborado por entidades internacionais, ocorreram 498 atentados em 2017 que resultaram em 3.314 mortes. Em 2015, o Brasil registrou 59.080 homicídios - quase 5 mil mortes por mês.

Houve aumento da criminalidade na Região Metropolitana de Curitiba. Araucária, Colombo e São José dos Pinhais fazem parte da lista das 100 mais violentas do País. Curitiba está na 154ª posição, com 518 homicídios em 2015 e 83 mortes com causa indeterminada. Londrina ocupa a 203ª colocação, com 117 assassinatos e oito mortes violentas sem causa determinada. Já Maringá é considerada a 30ª cidade menos violenta do País, com 43 vítimas de homicídio e duas MVCI.

A violência, conforme o pesquisador, se deve a questões socioeconômicas e demográficas. Segundo ele, houve crescimento da criminalidade nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Em todo o Brasil, 111 municípios - ou 2% do total - responderam por metade dos homicídios registrados. "Há uma incapacidade geral da sociedade de se sensibilizar com essa grande tragédia humanitária que a gente vive no Brasil e uma incapacidade também do Estado de propor políticas públicas efetivas. O que a gente vê, via de regra, seja nos governos federal, estaduais e municipais, são ações pontuais e midiáticas onde as autoridades respondem a uma comoção pontual. Nós não temos políticas sérias baseadas em planejamento, diagnóstico, monitoramento e gestão", concluiu Cerqueira.

No Paraná, a quantidade de homicídios permaneceu praticamente estável no período analisado, mesmo diante do crescimento populacional. Em 2005, 2.977 pessoas morreram. Onze anos depois, 2.936 vítimas foram registradas. No período, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), houve um crescimento populacional de 9%. De acordo com a Sesp (Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária), investimentos e contratações realizados nos últimos anos resultaram na diminuição da quantidade de homicídios para cada 100 mil habitantes. Em 2010, o índice foi de 30,4 para cada 100 mil habitantes. Em 2016, a proporção foi de 22,02.

"Especificamente na Região Metropolitana de Curitiba, na qual se incluem os municípios de Almirante Tamandaré e Piraquara, a queda foi expressiva: de 683 homicídios registrados em 2015, o número caiu para 600 em 2016. Redução de 12,1%", informou a secretaria.
Viviani Costa
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA
Paraná registra nove assassinatos por dia Paraná registra nove assassinatos por dia  Revisado por Blog do Chaguinhas on 09:05:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Anúncios