Últimas notícias

Feriado de Ano Novo tem 136 acidentes com 5 mortes no Paraná

Mais de 4.800 condutores foram autuados por excesso de velocidade; ultrapassagens irregulares e não uso de cinto também estão no topo das infrações


A cada virada de ano, o balanço das estradas de todo o Paraná revela que muitos motoristas não seguem as orientações básicas das polícias rodoviárias. São frequentes as autuações por excesso de velocidade, ultrapassagem proibida, falta de cinto de segurança e crianças sem cadeirinha.

Na Operação Réveillon, entre os dias 29 de dezembro e 1º de janeiro, foram registrados 136 acidentes em todo o Estado, com cinco mortes e 120 feridos. O balanço foi divulgado na manhã desta terça-feira (2).

Nos 2.400 quilômetros de rodovias e estradas estaduais monitorados pela 2ª Companhia de Polícia Rodoviária, foram 14 acidentes com 23 vítimas e três mortes, enquanto no ano passado cinco acidentes foram registrados, com sete feridos e dois óbitos.

O comandante Edson da Silva Lopes, do posto da PRE (Polícia Rodoviária Estadual) em Londrina, disse que o clima chuvoso aliado à imprudência dos condutores e desrespeito à sinalização justificam os números, além do fato de que este ano o feriado prolongado teve um dia a mais.

"Nossa atenção é sempre redobrada para a PR-445 e PR-323, onde há muitos acidentes, como o que registrado neste feriado com três óbitos", comentou. A colisão entre dois veículos aconteceu na noite de domingo (31) na PR-090 (próximo à PR-445) entre Bela Vista do Paraíso e Alvorada do Sul (Região Metropolitana de Londrina). Três jovens morreram horas depois do acidente e duas outras vítimas ficaram gravemente feridas.

Já nas rodovias federais, foram registrados 122 acidentes, com 102 feridos e duas mortes. Considerando o posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Londrina, que abrange as regiões Norte e Noroeste do Estado, houve 17 acidentes com 18 vítimas e nenhum óbito.

AUTUAÇÕES
Em todas as rodovias que cortam o Paraná, 54 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados e mais de 4.800 condutores veículos foram autuados por excesso de velocidade durante o feriado de Ano Novo.

Outro ponto preocupante foi o flagrante de crianças sem o dispositivo de retenção adequado para a idade, a cadeirinha. Ao todo, foram 44 autuações. A multa para esse tipo de infração é gravíssima, com sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e multa de R$ 293,47.

Aqueles que dirigem sem o cinto de segurança também perdem pontos (cinco) na CNH e são multados em R$ 195,23. A fiscalização flagrou cem motoristas sem o acessório.

NO BRASIL 
Em todo o País, a PRF registrou 987 acidentes em rodovias federais durante o feriado de Ano Novo, que resultaram em 1.008 feridos e 67 mortos. No ano passado, houve 1.081 acidentes com 1.130 feridos e 87 mortos. Segundo balanço divulgado nesta terça-feira (2), houve 36.724 flagrantes de excesso de velocidade em rodovias federais e 3.208 de ultrapassagens irregulares. Os policiais também lavraram 565 multas por direção sob efeito de álcool, 1.646 por não uso do cinto de segurança; 257 por não uso de capacete; e 308 por transporte de crianças sem cadeirinha. (Com Agência Brasil)

De olho nos feriados prolongados

Muita gente nem desfez as malas de fim de ano e já está de olho nos próximos feriados. Em 2018, muitos deles serão prolongados, possibilitando o planejamento de viagens e compromissos.

Como muitas pessoas vão pegar estrada nesses feriados, as polícias rodoviárias Estadual e Federal também começam a se planejar para as datas. O comandante do posto da PRE (Polícia Rodoviária Estadual) em Londrina, Edson da Silva Lopes, adiantou que a fiscalização será intensificada e ampliada em todos os feriados e principais datas comemorativas.

"As pessoas que vão viajar devem se planejar para garantir uma manutenção básica do veículo e poder sair com antecedência. Se no dia estiver chovendo ou com neblina, a atenção deve ser redobrada. São detalhes que estamos a todo momento reforçando", recomendou. (M.O.)

Micaela Orikasa
Reportagem Local/FOLHA DE LONDRINA

Nenhum comentário