Últimas notícias

RAPAZ QUE FEZ EXTORSÃO POR NUDES DE EMPRESÁRIO RESPONDERÁ EM LIBERDADE

NP DIARIO
Já tem passagem pelo mesmo crime em Ribeirão Claro
A Polícia Civil de Santo Antônio da Platina cumpriu, na manhã desta quinta-feira (18) mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça com objetivo de investigar crime de extorsão, vitimando um empresário da construção civil, de 34 anos, religioso e respeitado na cidade.
A ação ocorreu no bairro Jardim Bela Vista, na casa de Alan Assolari Lemes (foto), que foi motorista de ônibus de uma empresa que prestava serviços para a Apae local e também foi  preso por tráfico de drogas.
Ele, que tem 30 anos, foi conduzido até a Delegacia para prestar esclarecimentos.
Durante a varredura, os policiais civis apreenderam um aparelho celular e um notebook, os quais foram analisados pela equipe, sendo localizado vídeo íntimo envolvendo o empresário.
O homem, ao ser interrogado pelo delegado Tristão Antônio Borborema de Carvalho, confessou o crime. Disse que dialogou em ambiente virtual (sala de bate papo da UOL) com o empresário que teria enviado o vídeo íntimo com cena de nudez. Por fim, concluiu que aproveitou a oportunidade para chantagear o empresário, obtendo a quantia de quinhentos reais, mediante depósito bancário.
De acordo com a Polícia Civil, a investigação envolveu afastamento de sigilo telemático, autorizado pela Justiça. No entanto, a autoridade policial pleiteou a expedição de mandado de prisão contra o chantegeador, mas o pedido foi negado pelo juiz, apesar do parecer favorável do Ministério Público pelo decreto prisional. Assim, caso processado, o autor deve responder o processo em liberdade.
Alan já tinha sido indiciado também por extorsão na cidade de Ribeirão Claro.Também seria usuário de drogas e deve ser internado para tratar o vício. Ele não ficou detido.
Caso condenado, a pena pode chegar a dez anos de reclusão. O inquérito será remetido para a Justiça na próxima semana.

Nenhum comentário