Últimas notícias

Obra do Hospital Regional em Cornélio está parada há três anos


Os serviços foram suspensos após impasses jurídicos com a empreiteira; nova licitação está prevista para 20 de setembro.

Iniciada em 2012 e com prazo para finalização em 2014, a construção do Hospital Regional de Cornélio Procópio está travada até hoje. A obra milionária foi suspensa há três anos após impasses jurídicos com a empreiteira responsável. Coube ao município aguardar recursos federais para dar prosseguimento. Todavia, os tropeços têm sido recorrentes.

O último foi no primeiro dia de agosto, quando a licitação para a contratação da nova empresa que seguiria com as obras foi deserta. De acordo com o secretário de administração e finanças de Cornélio, Geraldo Alves, 128 empresas abriram o arquivo e baixaram o edital, mas nenhuma manifestou interesse.

"Acho que as empresas entenderam que como 128 baixaram o edital teria muita briga e o preço afundaria muito", sugere Alves. O valor da licitação é de R$ 11.895.950,50 com recursos federais e uma contrapartida do município de R$ 1.200.000, dos quais R$ 400 mil já foram pagos.

A prefeitura repetirá a licitação com o mesmo preço no dia 20 de setembro. "É horrível quando acontece isso", lamenta o secretário.

Para Alves, as empresas têm receio de atrasos nos repasses por parte do governo. "Nossa estratégia agora é visitar essas empresas e mostrar que temos condições de executar a obra e que o recurso já está na conta, embora o próprio edital já constasse isso", expõe.

Enquanto isso, a obra está paralisada e Cornélio luta contra o tempo. Com uma faculdade de medicina autorizada para a UENP (Universidade Estadual do Norte Pioneiro), prevendo vestibular no começo de 2019, o Hospital Regional é imprescindível. (L.G.B.)


FONTE - FOLHA DE LONDRINA

Nenhum comentário