Últimas notícias

Corpo de Bombeiro alerta sobre riscos a banhistas

Jovem de 18 anos morreu no último domingo (23) ao tentar cruzar uma represa a nado na zona rural de Ibaiti
No primeiro final de semana da primavera (iniciada no dia 22 de setembro), o Corpo de Bombeiros no Norte Pioneiro registrou uma morte por afogamento na região. A ocorrência chamou a atenção do comandante do quartel de Santo Antônio da Platina, tenente Luciano Camilo, que alerta para os riscos que a água oferece, principalmente, nas estações mais quentes do ano, quando a procura dos banhistas por rios, represas e balneários aumenta significativamente. No ano passado sete pessoas morreram afogadas no Norte Pioneiro, três delas em um único fim de semana, enquanto se divertiam em represas e rios da região.


Na tarde do último domingo (23), Matheus Henrique Novaes de Almeida, 18, entrou para a estatística de afogamentos do Corpo de Bombeiros, após tentar cruzar a nado uma represa na zona rural de Ibaiti. Ele estava com um amigo que conseguiu concluir o percurso. A travessia frustrada que resultou na morte de Matheus de Almeida foi filmada por uma amiga que também estava no local.

O corpo do rapaz foi encontrado a uma profundidade de nove metros pelos mergulhadores do Corpo de Bombeiros, após uma hora de buscas. "A testemunha que filmou o afogamento disse aos socorristas que ela, o namorado e a vítima brincavam na água logo após o almoço, quando os jovens decidiram atravessar a represa nadando de um lado para o outro. Perto de concluir o percurso, a vítima teria decidido retornar ao ponto de partida e afundou inesperadamente. Os amigos pediram por socorro, mas infelizmente não foi possível salvar a vida do rapaz", disse o tenente Luciano Camilo.

Luiz Guilherme Bannwart/ Divulgação
Luiz Guilherme Bannwart/ Divulgação - Tenente Luciano Camilo: 'Armadilhas como galhos e cercas de arames podem custar a vida dos banhistas'
Tenente Luciano Camilo: "Armadilhas como galhos e cercas de arames podem custar a vida dos banhistas"


ORIENTAÇÕES
O comandante do Corpo de Bombeiros de Santo Antônio da Platina, responsável pelo atendimento a 18 municípios da região, orienta para que as pessoas evitem o banho em rios e represas, mesmo em locais conhecidos, principalmente sozinhas ou mesmo em um grupo pequeno de amigos. "Não é possível saber o que há sob as águas. Existem muitas armadilhas como galhos e cercas de arames, que podem custar a vida dos banhistas", adverte Camilo.

O tenente também alerta para os riscos iminentes de afogamento em locais impróprios para banho. "Os acidentes ocorrem, mas eles podem ser evitados. As crianças, por exemplo, gostam de brincar em cavas, e isso é muito perigoso. Crianças e adolescentes devem estar sempre acompanhados por um responsável, preferencialmente adulto", salienta.




GUARDA-VIDAS
No Norte Pioneiro, os locais mais frequentados pelos banhistas são o distrito da Alemoa, em Siqueira Campos; o Parque da Corredeira, em Tomazina; o Parque da Cachoeira, em Ribeirão Claro; e as represas Chavantes e Canoas 2, em Ribeirão Claro, Carlópolis e Andirá, respectivamente.



A presença de guarda-vidas em parte dessas localidades, no entanto, ocorre somente durante a Operação Verão Costa Norte, que se inicia em dezembro e termina após o Carnaval. Na última temporada, o Corpo de Bombeiros de Santo Antônio da Platina contabilizou duas mortes por afogamento, um salvamento e 57 advertências a banhistas.


Luiz Guilherme Bannwart
especial para a FOLHA DE LONDRINA

Nenhum comentário