Últimas notícias

Abrabar cobra o Refis anunciado por Cida Borghetti na campanha eleitoral

Aguayo: "A proposta do Refis foi da governadora Cida Borghetti, então candidata à reeleição"
O setor do turismo, lazer, gastronomia e entretenimento do Paraná espera que a pauta da transição do Governo do Paraná contemple temas que beneficiem os empresários da categoria. A intenção é que, a Comissão de Transição apresentem ao governador eleito, Ratinho Junior, a execução do Refis Paranaense, anunciado pela governadora Cida Borghetti durante a campanha eleitoral.

"O setor empresarial cobra do atual Governo do Paraná respostas e posicionamentos sobre duas questões que foram tratadas em 2018 com a categoria e o setor produtivo", afirmou o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Fábio Aguayo. Uma delas, segundo ele, trata da revisão dos impostos/alíquotas dos Vinhos e Destilados que até hoje não teve uma resposta concreta de sim ou não da Receita ou Fazenda Estadual.

A outra é sobre a aprovação do Refis Paranaense. "A proposta do Refis foi da governadora Cida Borghetti, então candidata à reeleição", lembra Aguayo. De acordo com o presidente da Abrabar, ela encaminhou à Assembleia Legislativa anteprojeto de lei que propõe o parcelamento de dívidas tributárias estaduais das empresas.

"Queremos agora que o PL trâmite em regime de urgência e que seja  votado o quanto antes com apoio da base, com isso entrar em vigor em 2019", ressaltou. Na época, lembra Aguayo, o anúncio foi feito durante encontro com empresários na Federação da Indústrias do Estado do Paraná (Fiep ). "O que criou grande expectativa no empresariado", disse.

"Recordamos que na ocasião, Cida disse que se tratava de uma antiga demanda do setor produtivo e que 'a nova proposta de Refis iria dar fôlego e suporte para que o empresariado superasse a crise nacional'", destacou Aguayo. Que completou: "Nada mais justo que a proposta seja aprovada para desafogar a todos".

FONTE - RONI PIMENTEL

Nenhum comentário