[Fechar]

Últimas notícias

Paraná tem dia de recorde de mortes por Covid-19 e dobra números de casos e óbitos em um mês

O Paraná teve ontem mais um dia com recorde de óbitos confirmados pela Covid-19. Foram 84 casos no boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o maior número desde o início da pandemia. Até então o dia com o maior número de registros de mortes havia sido o dia 4 de agosto, quando foram 78 óbitos. Nos últimos 31 dias, o Paraná viu o número de casos e mortes dobrarem.
As novas mortes, contudo, apesar de terem sido confirmadas ontem, são de casos entre os dias 1º de julho e 20 de agosto. A Secretaria de Estado da Saúde confirmou também mais 2.338 diagnósticos pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma agora 111.014 casos e 2.861 mortos em decorrência da doença.
Comparado aos números do dia 20 de julho, a situação se mostra ainda preocupante. Os números mais que dobraram. No mês passado o Estado contava com 55.294 casos e 1.338 mortes provocadas pelo novo coronavírus.
O boletim de ontem trazia 55.720 casos a mais — totalizando os mais de 111 mil de agora — e 1.523 óbitos a mais que o dia 20 de julho.
Internados
Ontem, 913 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estavam internados. Eram 752 em leitos SUS (380 em UTI e 372 em leitos clínicos/enfermaria) e 173 em leitos da rede particular (71 em UTI e 102 em leitos clínicos/enfermaria). Havia outros 1.158 pacientes internados com suspeita.
Comparação entre julho e agosto
Data                 Casos          Mortes
20 de julho        55.294           1.338
20 de agosto     111.014          2.861
Boletins Covid-19 dia 20/08
Curitiba
Novos casos 427
Mortes 19
Total
Casos 28.972
Mortes 873
Paraná
Novos casos 2.338
Mortes 84
Total
Casos 111.014
Mortes 2.861
Brasil
Novos casos 45.323
Mortes 1.204
Total
Novos casos 3,501 milhões
Mortes 112.304

MPPR questiona ações do Estado na pandemia
Depois de entrar na Justiça contra a bandeira amarela decretada pela Prefeitura de Curitiba na quarta-feira, o Ministério Público do Paraná, por meio das Promotorias de Justiça de Proteção à Saúde Pública de quatro macrorregiões de saúde do estado (Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel), ajuizou ação civil pública para que o Judiciário determine ao Estado a apresentação dos documentos que embasaram a não prorrogação do decreto estadual que impôs restrições preventivas à atual pandemia de coronavírus.
A ação foi ajuizada após o governo estadual negar-se a indicar as referências técnicas da nota emitida em 14 de julho que tornou sem efeito as medidas restritivas regionalizadas para o enfrentamento da Covid-19 que constavam do Decreto Estadual 4.942/2020. Após a divulgação da nota, o MPPR enviou ofício ao secretário de Estado da Saúde, para conhecer a “motivação”, mas não obteve resposta.
VIA FABIO CAMPANA

Nenhum comentário