[Fechar]

Últimas notícias

PATRULHA MARIA DA PENHADA GM PRENDE DOIS SUSPEITOS DE PRATICAREM VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES


 Um foi detido na região sul após descumprir medida protetiva; outro foi preso enquanto acompanhava a companheira na UPA após tê-la agredido

No final da tarde de segunda-feira (16), a Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal de Londrina foi acionada por meio da Central de Emergência 153 para atender uma denúncia de descumprimento de medida protetiva de urgência. A vítima, residente no Patrimônio Três Bocas, informou que o suspeito teria proferido ameaças de morte contra ela na presença dos filhos.
Imediatamente as equipes da GM foram até o endereço para atender a ocorrência. Enquanto uma equipe se deslocou até a casa da vítima, outra realizou uma ronda pelas imediações e conseguiu localizar o suspeito com as características informadas.
O homem foi abordado pelos agentes e, após a confirmação do descumprimento da ordem judicial de afastamento, recebeu voz de prisão em flagrante. As partes foram encaminhadas para a delegacia de plantão, onde prestaram depoimentos à autoridade policial.
LESÃO CORPORAL
Uma servidora da Guarda Municipal de Londrina, que realizava plantão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Sabará na madrugada desta terça-feira (17), encontrou uma paciente recebendo atendimento médico após ter sofrido agressões por parte do marido.
A vítima relatou que o seu companheiro havia fechado o portão de forma agressiva, causando ferimentos em seus dedos. Ela informou ainda que o agressor estava na sala de espera, aguardando o término do atendimento para levá-la de volta para casa; porém, a vítima tinha a intenção de representar contra ele diante da autoridade policial.
Uma equipe que realiza patrulhamento preventivo pela região foi acionada, localizou o suspeito e, após abordagem, encaminhou as partes para a central de flagrantes da Polícia Civil. A vítima foi orientada pela Guarda Municipal para solicitar a medida protetiva de urgência, com o objetivo de impedir a aproximação do agressor. O homem deve responder pelo crime de lesão corporal.
SERVIÇO
Mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar podem acionar a central de emergência 153 da Guarda Municipal de Londrina. A Secretaria Municipal de Defesa Social divulga ainda que existe o aplicativo próprio 153 Cidadão está disponível para ser instalado em qualquer celular. Através deste aplicativo, as vítimas de violência que possuem medida protetiva de urgência podem acionar uma viatura através do ícone do botão do pânico, que facilita o atendimento em caso de urgência pois informa a localização exata da ocorrência.
Informações: NCom
LONDRINA NEWS.

Nenhum comentário

UA-102978914-2