[Fechar]

Advertisement

Últimas notícias

Ratinho Jr promete vacinar todos os idosos até o final de abril


 “Nossa meta é imunizar, ainda no mês de abril, todas as pessoas com 60 anos ou mais, que é o grupo mais atingido pela Covid-19. A maioria dos óbitos pela doença é dessa faixa etária”, afirmou o governador Ratinho Jr.

O Paraná ultrapassou a marca de 1 milhão de doses aplicadas da vacina contra o novo coronavírus. 792.734 paranaenses imunizados – 209.949 receberam a dose d e reforço. A marca foi atingida no primeiro fim de semana da campanha “Vacina Paraná de Domingo a Domingo”, lançada pelo governador Ratinho Jr na sexta-feira (26). Ontem, ele acompanhou os mutirões em Maringá, na região Noroeste, e Apucarana, no Vale do Ivaí.

“Somos o primeiro estado a lançar uma campanha desse porte porque queremos atingir rapidamente o maior número possível de paranaenses imunizados. A vacinação é a única alternativa que temos para vencer essa pandemia, por isso é importante a adesão em massa dos municípios para acelerar esse processo”, afirmou Ratinho Jr.

Até o momento, segundo o vacinômetro, o Paraná distribuiu 1.386.277 doses às Regionais de Saúde, sendo 1.092.167 destinadas à primeira aplicação e 294.110 para a segunda. Com isso, o Estado já aplicou 72,6% das primeiras doses distribuídas e 71,4% da dose de reforço.

Grupos prioritários

A primeira etapa de imunização no Paraná deve chegar a 4.635.123 pessoas até maio, que fazem parte dos grupos prioritários previstos no Plano Estadual de Imunização. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o Estado tem capacidade para vacinar até 200 mil pessoas por dia na rede pública de saúde.

Já receberam, ou estão recebendo a vacina, profissionais da saúde, quilombolas e população indígena, idosos institucionalizados, pessoas de 65 a 69 anos, de 70 a 74 anos, de 75 a 79, de 80 a 89 anos e pessoas acima dos 90 anos. Depois dos idosos, o objetivo é avançar para os grupos de trabalhadores da educação e da segurança. “A ideia é chegar a esses dois grupos extremamente importantes para a nossa sociedade: a polícia, que já está na linha de frente de atuação contra o coronavírus há um ano, e os educadores, porque queremos retornar às aulas com segurança o quanto antes”, afirmou Ratinho Junior.

Municípios paranaenses aderem à vacinação de domingo a domingo

Os municípios paranaenses estão comprometidos em acelerar a vacinação contra a Covid-19, que agora passa a ser aplicada interruptamente, de domingo a domingo. Levantamento prévio da Secretaria de Estado da Saúde mostra que 124 cidades, das 22 Regionais, já começaram a imunizar os grupos prioritários ontem. fora aquelas que utilizaram até sábado (27) todas as doses que receberam. Neste primeiro dia de campanha, o governador Carlos Massa acompanhou os mutirões em Apucarana, no Vale do Ivaí, e em Maringá, no Noroeste do Estado.A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou, até sábado (27/3), 179.841 pessoas com a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Foram vacinados 118.501 idosos, 55.383 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação), 5.884 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência e 73 indígenas.Ontem e segunda-feira (29/3) estão sendo atendidos por escalonamento os idosos com idade entre 70 e 69 anos.Ontem, em foram vacinadas pessoas de 70 anos completos e hoje aquelas com 69 anos completos. Nos dois dias, no período da manhã a vacinação é para as pessoas nascidas entre 1º de janeiro e 30 de junho e no período da tarde para os nascidos entre 1º de julho e 31 de dezembro.

Em 24h, Paraná registra 66 óbitos com idades entre 35 e 95 anos

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou ontem 3.150 novos casos de Covid-19 e 66 óbitos pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento mostram que o Paraná soma 831.556 casos e 16.073 mortes em decorrência da doença.

São 2.997 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. Destes, 2.355 ocupam leitos SUS (971 UTI e 1.384 clínicos/enfermaria) e 642 da rede particular (321 UTI e 321 clínicos/enfermaria).Há outros 2.642 pacientes internados, 918 em leitos UTI e 1.724 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. A secretaria estadual informa a morte de mais 66 pacientes. São 30 mulheres e 36 homens com idades que variam de 35 a 95 anos. Os óbitos ocorreram de 27 de fevereiro a 28 de março de 2021.

Número de mortes e casos caem, mas UTIs seguem lotadas em Curitiba.

FÁBIO CAMPANA

Nenhum comentário

UA-102978914-2